DEMO - OxC

by Ódio Cöncentradö

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

    DEMO, 2016.
    Com quase um ano de formação, Ódio Cöncentradö é uma duo antifascista recifense, que lança sua primeira DEMO de maneira independente com letras retratando as barbáries sociais. Aguardem pelo próximo trabalho, o primeiro EP, com as musicas aqui presentes além de outras já tocadas nos shows.
    Gravado em maio de 2016 no homestúdio Volume Morto, Recife, PE.
    Ficha técnica -
    Ódio Cöncentradö é:
    Bruno Nascimento - Guitarra e Gritos
    Henrique Falcão - Bateria e Berros
    Gravação e Mixagem: Márcio Torres
    Masterização: Bernardo Guimarães
    Arte da capa: Caio Senna
    ... more

      name your price

     

1.
2.
01:23
3.
00:49
4.
5.

about

DEMO independente da duo de powerviolence Recifense OxC, aguardem nosso 1º EP que em breve sairá!

credits

released August 15, 2016

tags

license

all rights reserved

about

Ódio Cöncentradö Recife, Brazil

Antifascist powerviolence duo from Recife - Brazil

contact / help

Contact Ódio Cöncentradö

Streaming and
Download help

Track Name: Queima de arquivo vivo
Eu, estou bem mesmo com meu irmão
Morto, sem perícia, sem a prova e sem razão!
Passado, no silêncio, nas ruas da casa do caralho!
Queima de arquivo não atrapalha nosso trabalho
Queima de arquivo vivo!
Track Name: Sexologia
Perdi a minha virgindade
Quem me comeu foi meu professor
Quem tapou a mão na minha boca
Pra eu não gritar foi o diretor
Eu quero morrer, eu quero morrer, eu quero morrer!
Nada me salvará, eu só quero morrer!
Track Name: Demoncracia
Práticas sádicas vão de encontro a você
Tudo escrito bem bonito para um cego ler!
Demoncracia para ajudar! Demoncracia para viver!
Demoncracia para jantar! A Demoncracia vai lhe fuder!
TV ligada na casa do cidadão
Querendo saber se valeu o Gol ou não
Demoncracia para ajudar! Demoncracia para viver!
Demoncracia para jantar! A Demoncracia vai lhe fuder!
Eu votei, no candidato
E de brinde, ganhei sapato
Eu votei, beleza pura
E de brinde, ganhei dentadura!
Track Name: Muleke Kurumin
Muleke Kurumin, quem te vê assim
Tem pena de dizer, que tu nasceu pra morrer
Escravizado e explorado, por um sistema de bosta
Sistema racista, idolatrado por fascistas!
Muleke Kurumin, quem te vê assim
Tem pena de dizer, que tu nasceu pra morrer
Abandonado numa favela, desse mundo desigual
Juventude marginal, tentando sobreviver
Mas Muleke Kurumin, não abaixa a cabeça!
E nunca se esqueça, do que eu vou te dizer...
SE UNA, RESISTA!
SE REBELE, REAJA!
Track Name: Poder público
A gente pediu e o poder não cumpriu
Uma escola de verdade para os filhos do Brasil
A merenda do almoço é a matéria principal
Esqueça a socio-política e uma ideologia racional
Esqueça o meio ambiente não depende de você
Não perca tempo lendo um livro veja novela na TV
Não questione, não proteste, fique surdo, cego e mudo
Se não a sua dúvida vira manchete do absurdo!